A Santidade por meio de Maria Santíssima: São Luís Maria Grignion de Montfort

"Deus Pai juntou todas as águas e lhes chamou de mar. De igual modo reuniu todas as suas graças e lhes chamou Maria." (TVD 23)


Neste mês de maio -mês mariano- vamos aprender com os Santos que basearam e alcançaram a santidade por meio de Maria Santíssima, ou seja, que chegaram a Jesus utilizando Maria como via de perfeição e santidade, principalmente porque ela é a Criatura Imaculada, livre de todo pecado, pensada e querida por Deus desde a eternidade, a fim de que possamos ser salvos e ganhemos o Céu por meio do seu sim na condição de serva. Não há melhor caminho de santidade se não o da Virgem Maria.

Para iniciar, vamos estudar sobre a vida de São Luís Maria Grignion de Montfort, um santo responsável pela dispersão da hiperveneração e devoção verdadeira à Maria por meio de suas obras e de seu testemunho de vida. Autor do Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, São Luís ensina, por meio do seu próprio testemunho de vida, como cada um de nós devemos nos entregar inteiramente a Maria, a fim de que alcancemos a Salvação.

Nascido na França em 1673, membro de uma família numerosa, com 17 irmãos, Luís sentiu desde cedo o desejo de seguir o sacerdócio. Ao ser crismado, devido sua intensa devoção à Virgem Maria, acrescentou o nome Maria ao seu nome de batismo, chamando-se, a partir daí, Luís Maria.

Já na função de Padre, por meio de suas pregações e missões, o santo de Montfort conseguiu fazer muitos fiéis sonharem com o céu, voltarem seus olhares para o alto, ensinando-os a viver Jesus por meio de Maria, aproveitando essa via tão fascinante da Criatura amada por Deus e plasmada pelo Espírito Santo: Maria de Nazaré. O qual se dedicou à evangelização dos povos estrangeiros, buscou socorrer os pobres e proclamar o Reino de Jesus Cristo por Maria, aceitou as perseguições do Maligno em oferecimento da Salvação de diversas almas.

Assim, tendo sido condecorado com o título de Missionário Apostólico por meio do Papa, São Luís recebeu a missão de renovar o espírito do cristianismo nos cristãos da França, tendo realizado, até o fim de sua vida, mais de 100 missões populares. Fundou, também, a Congregação dos Missionários Monfortinos, das Filhas da Sabedoria e dos Irmãos de São Gabriel.

São Luís Maria Grignion de Montfort morreu em 28 de Abril de 1716. Foi canonizado pelo Papa Pio XII, em Roma, no ano de 1947. A Bíblia, o crucifixo e o rosário, companheiros de suas missões, sintetizam a vida, suas experiências espirituais e mensagens: buscar o Cristo por meio de Maria, esforçar-se para conhecê-la, para estar com ela, conseguindo, assim, conhecer e amar o Cristo plenamente como só ela é capaz de amar.

Convido todos a conhecerem as obras marianas de São Luís Maria, especificamente o Tratado da Verdadeira Devoção. Este livro incrível tem como finalidade mostrar, segundo o próprio autor, que Maria Santíssima ainda é desconhecida, e para amá-la, é preciso conhecê-la, para venerá-la e dar a ela o valor que merece, é preciso que entendamos o quanto ela é necessária para nossa Salvação, pois como São Luís nos diz: “quem não tem Maria por mãe, não tem Deus por Pai” (TVD parágrafo 30). Além disso, o Santo apresenta Exercícios Espirituais e orações, a fim de que o leitor devoto possa realizar sua Consagração Verdadeira pelo método desenvolvido por ele e utilizado por santos como São João Paulo II, como forma de crescimento espiritual e de santificação.

“Ela (a Virgem Maria) é de tal forma transformada em Ti pela graça, que não vive mais, não existe mais: és unicamente Tu, meu Jesus, que vives e reinas nela, mais perfeitamente que em todos os Anjos e bem-aventurados” (TVD 63).

Sejamos todo (a), inteiramente, de Maria! Totus Tuus Mariae!


São Luís Maria, rogai por nós!

Gleice Kelly
18 anos, Católica, batizada, crismada, catequista e integrante do Movimento TLC- Diocese de Palmeira dos Índios/AL;
Estudante de Ciências Farmacêuticas- UFAL.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.