O Santo da alegria e da caridade: São Filipe Néri

“Longe de mim, o pecado e a tristeza!”


Nascido em 1515 na Itália, Florença, São Filipe Néri nos testemunha a virtude da alegria e da caridade, tão presente na vida dos Santos, bem como imprescindíveis para a santidade de todos nós. Tendo vivido no século XVI, transição da Idade Média para a Idade Moderna, e no país que foi o berço do Renascimento e da Reforma Protestante, esse santo vivenciou momentos conturbados na história da Santa Igreja Católica, principalmente pela forte mentalidade pagã da época.
Nascido de família cristã, sendo de boa condição financeira, órfão de mãe e criado pela madrasta - que muito o amou- Filipe foi convidado por um tio a dedicar-se aos negócios, embora não tenha aceitado, pois através de oração e discernimento, sabia que Deus tinha outros planos para sua vida. Coloquemos essa situação pra nossa vida, observemos quantas escolhas são erradas e fogem do que Deus deseja para nossa vida, por não termos colocado-as, inicialmente, nas mãos de Deus, utilizando a oração e o diálogo transcendente. Todos nós, assim como São Filipe Néri, temos a vocação para a Santidade, se ele seguisse o rumo dos negócios, poderia não ter uma vida tão frutuosa, poderia ter perdido sua salvação. Mas, ao contrário disso, ele preferiu ouvir o chamado de Deus em sua vida e colocá-lo em prática com amor e verdade.
Assim, movido pelo Espírito Santo, partiu para Roma, aos 20 anos, com o intuito de estudar Filosofia e Teologia. Ali, passou a vivenciar o Evangelho com efetividade e radicalidade, praticando intensas obras de caridade e de serviço social, principalmente a doentes e a órfãos. “Quanto mais amor se põe nas criaturas, tanto se tira de Deus”, foi assim, servindo a Jesus por meio do próximo, que Filipe Néri pôde vivenciar suas maiores alegrias, sob bom humor, modéstia, amabilidade e doçura.
Sendo ordenado Padre apenas aos 36 anos de idade, embora já vivesse o celibato, este santo não se achava digno de ser um sacerdote. Continuou, com suas obras de caridade, visitas a hospitais e de grande apostolado em meio aos jovens. Sua voz, sua personalidade, sua alegria e fervor eram tão atrativos que São Felipe Néri frequentemente convertia muitos adolescentes, que abriam mão das superficialidades, armadilhas e seduções do mundo e se entregavam totalmente a Deus.
Este Santo padre vivenciou e realizou muitos milagres em vida, por meio do Paráclito, inclusive a extraordinária experiência de receber, em Pentecostes, uma plena efusão do Espírito Santo, cujas conseqüências em seu corpo foram comprovadas cientificamente por meio de autópsia: a bola de fogo que entrou em sua boca foi tão grande que seu peito e seu coração dilataram.
Desta forma, praticando a intensa caridade, o grande apostolado em meio aos jovens, um amor sem limites e reservas a Deus, do qual tirava sua alegria, suas virtudes e sua vida espiritual exemplar, São Filipe Néri partiu para a Morada Eterna em 26 de maio de 1595, bem como foi elevado a santo -canonizado- em 1622, juntamente com Santo Inácio de Loyla, com quem teve contato e troca de admiração, e Santa Tereza de Ávila.
“Longe de mim, o pecado e a tristeza!” Saibamos, assim como São Filipe Néri o fez, sermos felizes, caridosos, amáveis, abertos à oração, à vontade de Deus para nossas vidas e radicais na fé que professamos.
Oração de São Filipe Néri, celebrado pela Igreja no dia 26 de maio

Meu Jesus Cristo,
quero a Vós servir e não encontro o caminho.
Quero fazer o bem
e não encontro o caminho.
Quero a Vós encontrar
e não encontro o caminho.
Quero a Vós amar
e não encontro o caminho.
Ainda não Vos conheço, meu Jesus,
porque não Vos procuro.
Procuro-Vos e não Vos encontro.
Vinde até mim, meu Jesus.
Nunca Vos amarei,
se não me ajudardes, meu Jesus.
Cortai as minhas amarras
se quiserdes que eu seja Vosso.
Jesus, sede para mim Jesus. Amém!
São Filipe Néri, rogai por nós!

Fontes: 
Christo Nihil Praeponere- A vida de São Felipe Néri
Comunidade Shalom- Oração de São Filipe Néri

Gleice Kelly
18 anos, Católica, batizada, crismada, catequista e Integrante do Movimento TLC- Diocese de Palmeira dos Índios/AL;
Estudante de Ciências Farmacêuticas- UFAL.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.